30 de julho de 2009

Da impaciência

Não bastasse ter de suportar as minhas idiossincrasias, ainda tenho de ser paciente com as dos outros? Mas nem pensar!

29 de julho de 2009

Experiências cinemalógicas

Fila para comprar ingresso. Sim, pois as torres que os vendem "antecipadamente" estavam desligadas. Minto: uma estava quebrada. Além disso, só aceitam uma bandeira de cartão de débito - aquela que não tínhamos. Na hora de comprar o bendito, mais problemas: não aceitam cartão de crédito. E o de débito, vocês já sabem.

Fila da pipoca. Se é que se pode chamar de pipoca aquele saco pantagruélico invariavelmente acompanhado de doses atordoantes de refrigerante. Reparem que tudo é superlativo, inclusive e principalmente os preços. E na hora de pagar, de novo ele: o cartão de débito daquela bandeira específica. Podia ser dinheiro, que ninguém mais carrega. Também podia ser vale-refeição, oba! Mas só se for de papel, os eletrônicos "nós não podemos estar aceitando". Para a imagem de modernidade que a rede de cinema projeta, foi um susto: é mais ou menos como dizer que "fazemos tudo para dificultar sua vida". E, levando em conta que o indivíduo não pode entrar com nenhum tipo de come ou bebe que não seja comercializado por eles, é coisa para se pensar longamente.

Tem mais, mas o tempo acabou.

28 de julho de 2009

De volta!

Mas assim: trabalhando muito. E sem receber, o que é mais divertido ainda. E sob o risco de levar um calote, o que torna tudo hilariante. Fora isso, está tudo a lesma lerda de sempre. Quer dizer, está pior, mas isso vocês já sabem.

P.S.: fomos ao cinema no último domingo. A experiência, que relatarei mais tarde, me fez relembrar alguns dos motivos de minha cada vez mais crescente misantropia.

19 de julho de 2009

Frase do dia

Todos querem ser felizes, mas ninguém suporta a felicidade quando, por acidente, tem de conviver com ela.

17 de julho de 2009

Conto Ligeiro

Quando percebi o olhar enviesado, não tive mais como desviar. Ela me pegou de jeito, no meio do peito.

8 de julho de 2009

Rápida de novo

Dos relacionamentos

Quando você acha que entendeu, aí é que não entendeu nada mesmo. Mas se achar que não entendeu, bem, aí você está totalmente certo.

6 de julho de 2009

Curto e grosso 3

Os únicos seres que acreditam em educação neste país são aqueles que ganham (muito) dinheiro com ela. Os que deveriam ser os principais interessados, claro, não estão nem aí. O importante é que haja merenda e um lugar sossegado para traficar drogas e armas.

3 de julho de 2009

2 de julho de 2009

Curto e grosso

Olha, até queria aparecer nesse encontro, mas tenho uma biópsia do fígado pra fazer amanhã e não tem como adiar.