26 de novembro de 2006

Pois então...

Nesse meio tempo: o Milton Hatoun ganhou outro prêmio, o invasor deste blogue levou o terceiro lugar (muito embora seu último livro tenha sido um fiasco - mas concursos literários sempre têm esse lance do imponderável e do inexplicável...), o São Paulo consagrou-se campeão brasileiro de 2006 (ainda que pudesse ter ganhado a Libertadores), fui a Uberlândia passar calor e apresentar um trabalho, tive problemas gastrointestinais (mas por conta de um pastel insidioso...hehehe!), vi que tem muita gente boa com trabalhos de boa qualidade pelo Brasil, vi também que a quantidade de ruindades ultrapassa exponencialmente as coisas boas, e por aí vai. E que não tem nada melhor que dormir, sob um calor insuportável, com o ar condicionado ligado. Os ecologicamente corretos que me desculpem, mas não vou dormir de janela aberta para sentir a brisa que não havia...
Aliás, nesse papo de "politicamente corretos", caímos na possibilidade da ditadura petista mais e mais ganhar músculos. Isso é péssimo para a democracia - pelo menos para aquela idéia feliz que ainda temos dela -, já que faz descrer da possibilidade de que a vida possa ser melhor sob seus auspícios. O problema é que ela (a democracia) dá trabalho, exige vigilância, e não conheço um malandro neste país que esteja disposto a fazer algo que não seja pelo seu próprio bem. É por isso que alguns ganham destaque e outros ficam no limbo.

3 comentários:

Cláudia Dans disse...

Nossa!!! que lugar mais inusitado pra se encontrar!! rsrsrsr Mas o legal vc matou a saudade dela né?

beijos!

Erica disse...

Nossa Ricardo, é difícil acreditar que uma pessoa com capacidade para escrever um livro (mesmo que seja uma m*rda) perca seu precioso tempo incomodando e difamando outras pessoas. Vai entender o que se passa na cabeça destes loucos! Bjos.

Marpessa disse...

cheguei. :)