30 de abril de 2007

Aproveitando...

...o fato de eu ter ficado doente hoje e, por conseqüência, tão ter ido trabalhar, vamos atualizar este espaço de reflexões sem nexo e escritos sem fundo.
1. Muita coisa ruim aconteceu nesses últimos meses. Nenhuma tragédia familiar, moléstia incurável ou coisas afins - infelizmente. Mas as de sempre, as que tornam ainda mais aborrecida sua existência, o simples estar neste mundo miserável. E todos sabem o quanto isso é, a cada dia que passa, mais e mais insuportável.
2. O aumento em escala exponencial da estupidez é coisa de assustar. Não surpreende, contudo. Mas faz desacreditar que alguma coisa - qualquer coisa - vá melhorar nos próximos cinqüenta anos. E isso para ser otimista, o que eu não sou.
3. Desacredito de qualquer boa intenção vinda de quem quer que seja - mais ainda se a pessoa estiver em grau hierárquico superior ao seu. Se estiver abaixo, é ainda pior. E se estiver no mesmo nível, prepare-se para ter seu tapete puxado.
4. Um amigo me disse, tempos atrás, que meus escritos eram por demais "negativos". Faz uns dez anos que isso aconteceu, e até agora não tive um mísero motivo para modificar meu modo de ver os acontecimentos ao meu redor.
5. De quando em quando, existe uma chance de pequenos prazeres: um bom almoço, um filme legal, aquele DVD que você tanto queria, e por aí vai. Mas o saldo negativo na conta bancária sempre lembra que o "deserto do real" é o que nos espera...
6. Mas talvez tudo seja por conta da febre e da amigdalite que me pegaram hoje cedo...

2 comentários:

Lívia disse...

Tento ser otimista, mas já estou perdendo as esperanças...
Bjs

Adriana disse...

Eu sou pessimista de nascença, mas às vezes guardo meu lado negativo, fico acumulando dentro de mim, caladinha... e aí todos pensam que estou feliz ou que estou melhorando.

E o presidente virou rebelde?! Era só o que faltava. Bem que ele poderia sair com eles em turnê e não voltar mais. Mas aí a banda acabaria, por algum motivo, acabaria.

bjos!!

drika4ever