20 de outubro de 2006

Dos "nãos"

Não vou participar de nada que me interessa realmente. Tenho obrigações profissionais.
Não vou sair de casa à noite para me divertir. Tenho medo da violência.
Não vou me encontrar com as pessoas de que gosto. Tenho medo de brigar com elas.
Não vou comer isso nem beber aquilo. Tenho medo de que isso me faça mal.
Não vou me dar o prazer de um dia ou uma noite de sossego. Tenho de pagar minhas contas.
Não vou descansar enquanto não destruir todos os meus inimigos. Tenho medo de não ser amado.
Não vou a lugar algum. Tenho medo de chegar lá.

4 comentários:

drika4ever disse...

às vezes eu também tenho medo até de me mexer...

bjos!!!!

Gabriela Froes disse...

é triste como com o tempo percebemos que nao vivemos mais pra nós mesmos.

Livia disse...

Sinto-me assim às vezes...
Bjs

Ronaldo disse...

grande poema! o último verso daria uma bela camiseta...
abrazz
RB